A Arrematação De Imóvel Em Leilão Judicial E Os Débitos Anteriores De Condomínio E IPTU

Pela hora de fazer o sonho de comprar um apartamento ou uma residência surgem várias questões: onde buscar, qual é o melhor imóvel, quais são os melhores valores e uma dezena de novas dúvidas. Entre elas, uma é bem recorrente: existe diferença entre financiar um imóvel novo ou um usado?

Advertisement

A dúvida é, de fato, pertinente, visto que as condições para cada tipo de financiamento tem tuas particularidades — o que vai influenciar na sua decisão. Para aprender de vez as diferenças e fechar negócio com mais segurança e controle financeiro, confira as nossas dicas! 5 Sugestões Pra Ser Aprovado No Financiamento Habitacional Da Caixa , a corporação financiadora verifica a situação do consumidor, do vendedor e do imóvel. É precisamente essa avaliação do imóvel que faz toda diferença quando falamos de imóveis novos ou usados. As condições estruturais do imóvel devem estar Leilões De Imóveis Judiciais E Extra-Judiciais .

O financiamento não é liberado caso a estrutura física esteja muito danificada, comprometendo a existência útil do lugar. Quando a equipe de engenheiros da corporação visita o lugar, é feita uma avaliação para saber se as condições tornam o imóvel apto pro financiamento. Se as condições estruturais estão em ordem, nada evita o recurso. Além da infraestrutura, a documentação assim como é avaliada.

Advertisement

Todos os documentos do imóvel devem estar em dia para que o financiamento seja aprovado. As taxas de juros pro financiamento de imóveis novos e usados podem variar conforme a empresa ou o banco financiador. Em vários casos as taxas são as mesmas, todavia ainda deste jeito, é válido simular perto à universidade financiadora as taxas de juros e pesquisar quais são as menores. Isto visto que, antigamente, as taxas de juros praticadas em imóveis usados eram maiores. Hoje as Quer Obter Um Imóvel? tendem a ser similares, no entanto é a todo o momento prazeroso examinar antes e negociar com os gerentes!

Outro ponto que diferencia o financiamento entre imóveis novos e usados está referente às ofertas disponíveis e a negociação do valor do imóvel. Normalmente os imóveis novos são adquiridos diretamente de grandes construtoras e dos feirões que elas executam. Os valores dos imóveis, nesses casos, seguem uma média padronizada. Ademais, a facilidade de encontrar este tipo de imóvel é maior, tendo em visibilidade o progresso da construção civil no nação e as opções de imóveis que atendem a diferentes gostos e bolsos. Agora a procura por imóveis usados tem que ser mais cuidadosa, e você não encontra imensas opções em um mesmo território.

Advertisement
  • Quatrorze Edição e Imparcialização
  • cinquenta e um Bagunça Total
  • 47 - O que é taxa de condomínio
  • Obter um apartamento incompatível com o orçamento
  • Vendi ações por menos de R$ 20 mil por mês. Como declaro? (D.G.L.)
  • 01 - Quais as vantagens pela aquisição de bens em leilão judicial
  • A construtora é quem tem que assegurar o financiamento
  • Regime Respectivo de Previdência

De toda maneira, o recurso de negociação poderá ser mais minucioso e você consegue pechinchar mais. Para ambos os casos, uma dica é usar plataformas digitais que ajudam a localizar o imóvel perfeito. Na prática, se o imóvel usado está em boas condições e atende tuas necessidades, as diferenças entre um imóvel novo e um usado tendem a não atrapalhar todo o processo. Independentemente da tua escolha, lembre-se sempre de procurar bem, pesquisar com atenção e negociar da melhor forma possível, no final das contas, trata-se da sua casa pelos próximos anos. Sem expressar, é claro, que o financiamento é um investimento de grande prazo, que envolve todo um planejamento financeiro. Deste modo, toda cautela é necessária pra descobrir teu imóvel! Gostou de saber mais sobre o assunto as diferenças de financiamento entre imóvel novo e usado? Deste jeito compartilhe este artigo com seus colegas nas mídias sociais!

Advertisement

Todavia, pelos riscos da coisa responde o comprador, a partir de quando lhe foi entregue. Art. 525. O vendedor só conseguirá executar a cláusula de reserva de domínio após conceber o consumidor em mora, mediante protesto do título ou interpelação judicial. Art. 526. Verificada a mora do consumidor, será capaz de o vendedor mover contra ele a competente ação de cobrança das prestações vencidas e vincendas e o mais que lhe for devido; ou poderá recuperar a posse da coisa vendida.

Share This Story

Get our newsletter